Sabia que o Boliche é um esporte milenar? Pois é, o Boliche não possui uma história definida, mas a sua descoberta veio de um arqueólogo inglês que encontrou pinos e bolas na tumba de uma criança egípcia. 

Mas o que poucos sabem, é uma lenda que conta uma história um tanto assustadora, que antigamente guerreiros de algumas tribos, após as batalhas arremessavam os crânios de seus inimigos, nos ossos de suas coxas como forma de diversão.

Na Polinésia, um tipo de jogo chamado “Ula Maika”, teria o boliche como origem. Segundo os historiadores, trata-se de um dos mais antigos esportes de bolas arremessadas, sendo considerado um irmão do bocha.

Na Inglaterra, no século XIV, surgiu um jogo de boliche na grama, que tinha por objetivo colocar a bola o mais perto possível do alvo, porém sem derrubá-lo.

Em 1366, o  jogo foi proibido pelo Rei Eduardo III, da Inglaterra, devido a grande popularidade do jogo, tinham medo que o boliche superasse o arco e flecha, esporte que tinha mais importância militar. A proibição foi referente a um jogo com 9 pinos, o que obrigou os ingleses a reiventarem o jogo com 10 pinos, onde se tornou tradição e mais tarde foi seguido nos Estados Unidos pela International Association – IBA.

O jogo de Boliche tomou grande impulso no início do século XX, primeiro nos Estados Unidos e depois se expandiu pela Europa.

Linha do Tempo do Boliche

1895 – 1916: Neste período, o boliche já era uma modalidade esportiva nos EUA. Em 9 de setembro de 1895 foi organizado, em Nova York, o Congresso Americano de Boliche – American Bowling Congress-ABC. Mais adiante, em 1916, acontece o The Women’s International Bowling Congress-WIBC. Mas a primeira organização especializada surgiu na Itália, em 1897, quando, em 4 de novembro, foi fundada a União das Sociedades de Bocci do Piemonte. A tecnologia do boliche deu dois grandes saltos na mesma época. As bolas costumavam ser de um tipo de madeira muito dura. Entretanto, em 1905, apareceu a primeira bola de borracha, chamada de Evertrue e, em 1914, a Brunswick Corporation promoveu, com muito sucesso, a bola de mineralite apregoando seu ‘misterioso composto de borracha’.

1963 – 1969: Este período corresponde à década de ascensão do boliche no Brasil. Somente na cidade de São Paulo existiam 96 Casas de Boliche no período. No Rio de Janeiro-RJ, as duas primeiras pistas de boliche foram instaladas na Casa da Suíça, local famoso à época. Ainda nesta cidade, casas de espetáculo tais como o Canecão, o Scala e o Gato Pardo foram também Casas de Boliche.

1970: Nesta década, o boliche passa a ser entendido como uma modalidade de esporte mundialmente organizada, sob o comando da Federation Internacionale de Quilleurs – FIQ com sede na Finlândia.Somavam-se então oitenta e oito países filiados, incluindo o Brasil, distribuído pelos cinco continentes e dividido em três zonas: Européia, Americana e Asiática. O número de praticantes no mundo, cadastrados para competições em diversos níveis, ultrapassou os sessenta milhões.

Eventos mundiais e por zonas passaram a ser realizados de quatro em quatro anos e eventos continentais, de dois em dois anos.

Além disso, criaram-se eventos juvenis, também de dois em dois anos, eventos especiais, promovidos pelos fabricantes de equipamento, como também eventos realizados por iniciativa de um país, em particular. Neste último caso, vale citar o Torneio das Américas, disputado anualmente nos Estados Unidos, e os Jogos Pan Americanos, disputados de quatro em quatro anos.

1980: A partir deste ano, o boliche é reconhecido no Brasil pelo Conselho Nacional de Desporto-CND como modalidade esportiva.

1982: O primeiro boliche oficial automático no Brasil foi montado pelo Playcenter no Morumbi Shopping, São Paulo/SP, o Morumbi Bowling Show – o que deu início a uma nova fase para esse esporte, tanto na capital como no interior do estado de São Paulo.

1988: Este ano marca a participação brasileira no boliche como esporte de demonstração, nas Olimpíadas de Seul, na Coréia (fase que antecede a definição de um determinado esporte como parte do programa olímpico). Apenas doze países foram convidados para um torneio amistoso, entre eles o Brasil, representado por Walter Costa.

1989: Fernando Rezende, conquistou a primeira medalha de OURO internacional para o boliche brasileiro, num evento homologado pela FIQ, a entidade máxima do esporte Boliche. Foi na Fase Individual do Campeonato Mundial Sub-23 disputado nas Filipinas.

1995: São Paulo/SP foi sede da Copa Mundial AMF, com participação de mais de 50 países e ocorrendo grande repercussão na mídia nacional e internacional. As competições foram realizadas no, então, maior boliche da América do Sul, o Planet Bowling, com 50 pistas, divididas em dois andares (24 pistas no térreo e 26 no pavimento superior).

2007: Pela primeira vez na história, o boliche brasileiro ganhou medalha nos Jogos Pan-Americanos. O Brasil foi Medalha de PRATA no Rio 2007, graças ao talento dos jovens atletas Fábio Rezende e Rodrigo Hermes.

2015: O Brasil finalmente conquista a tão almejada medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto com o atleta Marcelo Suartz, colocando o Boliche Brasileiro em outro patamar internacional. O boliche é dirigido, no Brasil, pela Confederação Brasileira de Boliche – BOLICHE BRASIL, entidade vinculada ao COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Bom, agora que você já conhece um pouco da história do Boliche que tal reunir a família e os amigos e vir jogar uma partida aqui com o Estação Boliche?


créditos: Agência Matos (produção), Fonte: Boliche Brasil (texto original)

Social Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Dúvidas?